• Por José Eduardo Rendeiro

  • Compartilhe

  • 15/07/2016

  • 628 Visualizações

Estudos de casos BIM

Casos BIM 12: Ponte para Palm Jebel Ali por GHD

GHD utilizou  BIM com o Autodesk Revit Structure para o projeto complexo de uma ponte.
 
bim-estudos-ghd-01
 
A Firma
GHD é uma empresa internacional de serviços profissionais atendendo a clientes nos setores globais do mercado de arquitetura e construção, infraestrutura, desenvolvimento urbano, transporte de água, mineração e indústria, defesa e meio ambiente. A empresa tem mais de 6000 funcionários que operam a partir de escritórios na Austrália, Nova Zelândia , Ásia , Oriente Médio, Américas e Europa.
 
GHD oferece soluções inovadoras combinando habilidade técnica e experiência com a compreensão dos objetivos e aspirações de seus clientes. A empresa está comprometida com a gestão do impacto social, econômico e ambiental de suas operações e ajuda os seus clientes a gerenciar seus objetivos e reconhece a inovação como a chave para a concretiza-los. De acordo com seu compromisso com a inovação, GHD começou a usar o Building Information Modeling (BIM) .
 
“Ficou claro para nós que o BIM foi preparado para ser uma grande inovação na nossa indústria”, explica Paul Hellawell, modelador sênior da GHD. “Nós vimos o seu potencial para ajudar a elevar o nível de nossos resultados e para ajudar a reduzir a nossa documentação. Ao passar para o BIM, poderíamos ganhar uma vantagem competitiva.”
 
Em 2007, a GHD começou a implementar o software Autodesk® Revit Structure®. A plataforma Revit® é a solução proposta pela Autodesk para o BIM. Aplicativos como o software Autodesk® Revit® Architecture, Autodesk Revit Structure e Autodesk® Revit® MEP são sistemas de projeto de construção e documentação de apoio todas as fases do projeto de construção. A empresa conta atualmente com mais de 100 usuários de Revit Architecture, 30 usuários de Revit MEP e 60 usuários de Revit Structure, e espera que esses números cresçam exponencialmente à medida que as pessoas vejam os resultados de projetos baseados em BIM.
.

A Ponte para Palm Jebel Ali
Um dos projetos em Revit Structure recentemente concluído pela  GHD é a estrutura da ponte grande para Palm Jebel Ali ao lado da costa de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. GHD trabalhou em estreita colaboração com o seu cliente, Nakheel, uma das maiores incorporadoras de imóveis em Dubai, para completar o projeto. Palm Jebel Ali compreende várias ilhas montadas na forma de uma palmeira, todos ligados por pontes.

Palm Jebel Ali é a segunda ilha em forma de palmeira construída por Nakheel e se destaca como um dos maiores projetos de recuperação de terras do mundo, a primeira, Palm Jumeirah, é o lar de mais de 10.000 habitantes.

structutre
 
bim-estudos-ghd-01
 
Mais do que uma ponte
A Southern Utility Plot Support Structure (SUPSS)  é uma estrutura de ponte que também irá abrigar uma grande quantidade de serviços públicos, estações de bombeamento e tanques de água de plástico reforçado com vidro (GRP) necessários para abastecer o tronco e as folhas de Palm Jebel Ali, com água potável, água de irrigação e instalações de bombeamento de esgoto. Quando concluída, a estrutura da ponte terá aproximadamente 50 metros de largura e 150 metros de comprimento e vai levar seis faixas de tráfego, duas faixas de ônibus e dois caminhos para pedestres.

Desafio do Projeto
GHD escolheu usar Revit Structure neste projeto com base na complexidade dos requisitos de coordenação. A área de trabalho foi pré-definida com a conexão das estradas de cada lado da ponte e uma estrada de 10 pistas por cima. O projeto necessita uma certa quantidade de armazenamento de água abaixo da ponte, bem como proporcionar o espaço necessário para as estações de bombeamento e a estrutura de suporte para a estrada acima. Depois de construída, a SUPSS vai incluir um dos maiores grupos de tanques de GRP no mundo.
 
Projeto Baseado em Modelo
Estas restrições de espaço apertado exigiu um fluxo de trabalho de projeto baseado em modelo que permitisse a coordenação cuidadosa entre os projetos da ponte e as estruturas rodoviárias de ligação, bem como a estrutura de apoio da ponte, os tubos da estação de bombeamento e os tanques de armazenamento.
 
“Começamos por obter os dados da pesquisa da superfície terreno existente e importamos essas triangulações para criar uma superfície topológica no Revit Structure”, explica Hellawell . “Em seguida, nós importamos as linhas centrais e eixos do projeto da estrada, uma vez que estas foram as nossas restrições de projeto. “Toda esta informação foi importada usando arquivos DWG 3D fornecidos pelos engenheiros civis do projeto.

Retorno do projeto
GHD, então, criou elementos de massa no Revit Structure para representar a água armazenada. Como a quantidade de água armazenada era grande teve que ser dividida em vários tanques. O projeto todo foi um ato de equilíbrio entre folgas da estrutura e o volume de armazenamento. Com as ferramentas de massa do Revit Structure, a equipe pode modelar os tanques com diferentes formas e tamanhos, bem como quantidades diferentes para ver se eles estavam atingindo os volumes de água necessários. A equipe também criou um cronograma dos volumes de água.
 
A equipe, então, começou a projetar as estruturas em torno dessas massas. Devido à natureza paramétrica do ambiente de modelagem do Revit Structure, conforme a estrutura era alterada ou movida, o mesmo acontecia com a forma e tamanho das massas de armazenamento e a programação de volume. “Esse retorno de projeto em tempo real foi inestimável”, diz Hellawell. ” À medida que mudamos as estruturas ao redor para otimizar o projeto, sabíamos exatamente o quanto de água havia em cada tanque e as distâncias de apuramento ao seu redor. “
 
bim-estudos-ghd-01
 
Detecção de Conflitos
Uma vez que a estrutura foi projetada e as massas que representam a água foram fixadas, a GHD coordenou seu projeto com o fornecedor do tanque, que forneceu arquivos DWG 3D dos reservatórios de água para GHD. A equipe de projeto simplesmente importou os tanques em seu modelo e usou o Revit Structure para verificar novamente todas as folgas em torno dos tanques, com base nos projetos reais do tanque.
 
“Usando o software Revit Structure , fomos capazes de identificar conflitos e áreas de congestionamento que poderíamos resolver no início do processo “, diz Hellawell. Equipe de modelagem do GHD recriou os layouts de tubulação em 3D usando o Revit MEP a partir de desenhos 2D existentes. “Como a tubulação era complexa, decidimos modelar o projeto no Revit MEP para que pudéssemos realizar detecções de conflitos”, explica Hellawell.
 
Melhor coordenação
Durante a fase de projeto, a estrutura precisou ser modificada. Inicialmente o SUPSS tinha 7 suportes de concreto maciço, incluindo um em uma extremidade da ponte que era adjacente ao suporte da ponte principal. Ligar a extremidade da SUPSS diretamente ao pilar da ponte principal iria eliminar a necessidade do sétimo apoio e seus custos associados.
 
A modificação do projeto significou a equipe precisava mudar as vigas de apoio restantes, tanques, tabuleiro da ponte e todos os desenhos relacionados. A ligação entre o modelo paramétrico e os desenhos do Revit Structure permitiu que os projetistas da GHD incorporassem rapidamente as alterações do modelo do projeto e toda a documentação afetada era atualizada automaticamente. “Uutilizar o Autodesk Revit Structure foi significativamente mais eficiente do que a nossa abordagem baseada em elaboração tradicional”, diz Hellawell. “Ao incorporar uma abordagem BIM, sabemos que haverá uma maior eficiência obtidas no processo de construção , o que será um benefício direto para o cliente. “

bim-estudos-ghd-01
 
Estimativa das quantidades e custos
“Outra grande característica do Revit Structure neste projeto foi a usá-lo para estimar”, diz Hellawell. O Revit Structure oferece um conjunto completo de componentes de projetos estruturais paramétricos, tais como vigas de concreto, elementos de concreto pré-moldado, vergalhões e assim por diante. As definições paramétricas permitem revisões rápidas para os tipos de objetos existentes e, além disso, novos objetos podem ser graficamente criados e armazenados como famílias para serem reutilizados em outros projetos.
 
GHD aproveitou esse recurso através da criação de muitas de suas próprias famílias dos elementos da ponte:  famílias de vigas, pavimentos, barreiras e muito mais. Quando preciso, os elementos tiveram um reforço extra habilitado para calcular automaticamente as quantidades de vergalhões, bem como os volumes de concreto. “Ao toque de um botão, nós poderíamos produzir  a quantidade precisa de material”, observa Hellawell .

A Solução
Após o sucesso do  projeto Palm Jebel Ali, a GHD está expandindo seu uso de Revit Structure para projetos de pontes. “Por um bom tempo temos quisemos projetar pontes em 3D, mas coordenar nosso projeto com a topografia era sempre um problema “, diz Hellawell .
 
Agora eles importam modelos digitais da superfície do terreno existente e o projeto de estradas do engenheiro civil, bem como a linha central da estrada passando por cima da ponte direto para o ambiente de projeto do Revit Structure. O projeto da ponte é melhor coordenado com o projeto de estradas e um conjunto de documentação da ponte é mais consistente e coordenado com o projeto.
 
GHD até usa Revit Structure para verificar as aberturas sob sua ponte modelando a massa que representa o envelope de tráfego que viaja sob a ponte e executa a detecção de conflito entre a ponte e o fluxo de tráfego. Uma vez que o projeto da ponte estiver concluído, a equipe GHD pode exportar seu modelo Revit Structure para arquivos 2D e 3D DWG e enviar seu projeto de volta para o engenheiro civil, melhorando a colaboração e coordenação com a equipe estendida de projeto.
 
bim-estudos-ghd-01

Visualização Instantânea
GHD também tem apreciado as capacidades de visualização instantâneas do projeto no Revit Structure. Sempre que uma alteração é feita para o modelo, o software atualiza automaticamente cada vista relacionada: plantas padrão, cortes e elevações utilizadas para documentação, bem como vistas 3D. Estas vistas 3D ao vivo dão aos projetistas GHD uma visão melhor de seu projeto levando a experimentar diferentes conceitos de projeto e orientar suas decisões de projeto. Para imagens fotorrealistas, a GHD também conta com o motor de renderização interno incluído no Revit Structure.
 
“As visualizações de projeto de nossas pontes têm sido um grande sucesso com os urbanistas e autoridades locais”, diz Hellawell . “É uma maneira muito eficaz de comunicar o projeto geral.”

Vantagem Competitiva
As visualizações também ajudam a dar GHD uma vantagem competitiva. “Nós temos sido abordados por pessoas que viram as imagens e estão interessado em nossas pontes ‘3 D ‘”, relata Hellawell .
 
“O Revit Structure tem ajudado a melhorar a nossa coordenação de projeto, a nossa eficiência e a qualidade de nossa documentação”, afirma Hellawell. “Isso nos dá mais liberdade para experimentar diferentes conceitos no início do processo de projeto e ajuda a melhorar a nossa flexibilidade com modificações de projeto.”
.

Fonte: Autodesk: GHD
Tradução e adaptação: Arq. José Eduardo Rendeiro

Revit Estructure

Sobre o Autor

  • José Eduardo Rendeiro

    Arquiteto formado pela Universidade Mackenzie com atividades em escritórios de arquitetura e construções, além de projetos próprios. Trabalha com Autocad, Sketchup e Revit e dá suporte e produz conteúdo para Cursos Construir além de traduzir e escrever artigos de Arquitetura e Plataforma BIM para blogs específicos.

Compartilhe este Post:

Pinterest Google+ Facebook Twitter Addthis

Envie seu comentário: