• Por José Eduardo Rendeiro

  • Compartilhe

  • 22/07/2016

  • 1127 Visualizações

Estudos de casos BIM

Casos BIM 16: Architecting SAM – Gerenciamento de Ativos de Software

Revit Estructure

A concepção de um sólido programa de gerenciamento de ativos de software (SAM), dá a HOK uma vantagem competitiva: flexibilidade.

sam1

Resumo do projeto
HOK cria premiado planejamento, projetos e soluções de entrega de edifícios e comunidades em todo o mundo. A empresa também é a empresa mais verde de projeto do mundo, de acordo com uma pesquisa de 2009 publicada na revista Engineering News-Record. Conhecida pela sua capacidade de lidar com projetos grandes e complexos, HOK torna uma prioridade fornecer as ferramentas de software para seus funcionários que precisam para desenvolver, projetos inovadores. Para melhor gerenciar sua rede mundial de ativos de software, HOK desenvolveu um programa abrangente de gerenciamento de ativos de software (SAM) há mais de uma década atrás. Desde então, a empresa continua a refinar seu programa SAM, desenvolver as melhores práticas e aproveitar os benefícios de um processo abrangente. Graças ao SAM, HOK pode:
• Fornecer arquitetos com o software que eles precisam e quando eles precisam.
• Reimplantar software  subutilizado
• Manter-se em conformidade com os acordos de licenciamento de software

structutre
O desafio
A HOK tende a abordar projetos desafiadores. “Cobrimos quase todos os mercados e todo tipo de construção em todo o mundo”, diz Ken Young, CIO da HOK. “Não estranhamos horários impossíveis, locais complexos e partes interessadas globalmente dispersos.”
Com projetos complicados, uma colaboração eficaz é fundamental. Não só pela experiência da empresa espalhadas por todo o mundo, HOK adotou a entrega de projetos integrados (IPD) e a Modelagem da Informação da Construção (BIM) para os projetos. Essa abordagem requer um alto grau de comunicação e coordenação entre os membros e equipe contratadas em um projeto para trabalhar em um único modelo de construção. Para manter os dados de BIM coordenado e acessível, a HOK confia em seus ativos de software.
“Nossas equipes de projeto deve ser capaz de acessar o software mais recente e melhor quando e onde for necessário”, diz Young. “E como o CIO, eu preciso saber que temos cópias suficientes para apoiar o seu trabalho e ficar em conformidade com as regras de licenciamento.”
 
A solução
Quando a HOK começou a solidificar a sua posição como uma empresa global há uma década atrás, Young aproveitou a oportunidade para aperfeiçoar as suas práticas de SAM. “O centro de minha abordagem foi a padronização de um conjunto de ferramentas baseando em nossas bibliotecas e a formação de um conjunto de ferramentas“, explica Young. Atualmente, a HOK tem AutoCAD®, Revit® Architecture Suite e Revit® MEP Suite instalado em toda a empresa. A HOK também usa o Autodesk® 3DMax® para a visualização do projeto e o software Autodesk® Alias® para criar formas arquitetônicas exclusivamente.
 
Melhores Práticas SAM
Quando perguntado sobre as melhores práticas de gerenciamento de ativos de software, Delaney não hesita. “Centralizar compras”, diz ele. “Uma pessoa deve gerenciar o software e fazer todo o software de compra para a empresa.”
Outras melhores práticas, Delaney inclui a realização de auditorias regulares impedindo que os usuários sejam administradores em suas máquinas. “Se você começar na HOK amanhã, você tem uma máquina que é completamente uma imagem”, diz Delaney. “Você tem o mesmo software como a pessoa sentada ao seu lado. O objetivo é manter o computador dessa maneira ao longo de sua vida útil. ”
HOK também armazena todos os acordos de licenciamento de software em um repositório central, de modo que Delaney possa acompanhar e acessá-los quando necessário.
 
 O resultado
Levando a sério SAM, a HOK tem evitado muitos dos problemas associados com a gestão de ativos de software. “Porque optamos por licenças empresariais, como o Autodesk GNUL, não temos de gerir licenças por escritório ou país por país”, diz ele. “Se um escritório aumenta ou diminui, não temos que se preocupar em licenças ao seu redor.”
Young pode descansar sabendo que a HOK está em conformidade dando aos arquitetos as ferramentas que eles precisam para fazer seus trabalhos. “Se temos novos talentos vindo a um projeto, não é um problema”, diz Young. “Com os acordos de licenciamento empresarial subjacente ao nosso programa SAM, temos a máxima flexibilidade. Podemos ser muito ágil e acomodar qualquer projeto “. HOK faz de SAM uma prioridade e colhe os benefícios.
Young conclui: “É uma parte central da HOK ter ética para trabalhar corretamente. E ter boas práticas de gestão de ativos de software nos permite fazer exatamente isso. ”
 
sam2

Tradução e adaptação: Arq. José Eduardo Rendeiro

Sobre o Autor

  • José Eduardo Rendeiro

    Arquiteto formado pela Universidade Mackenzie com atividades em escritórios de arquitetura e construções, além de projetos próprios. Trabalha com Autocad, Sketchup e Revit e dá suporte e produz conteúdo para Cursos Construir além de traduzir e escrever artigos de Arquitetura e Plataforma BIM para blogs específicos.

Compartilhe este Post:

Pinterest Google+ Facebook Twitter Addthis

Envie seu comentário: