• Por José Eduardo Rendeiro

  • Compartilhe

  • 08/05/2016

  • 4447 Visualizações

Novidades

Novidades Revit 2017 | 1: Melhorias na Produtividade

Com esse artigo vamos iniciar uma série onde pretendemos mostrar, de forma resumida, as novidades implementadas no Revit 2017. Para começar vamos descrever algumas novidades que foram introduzidas para aprimorar a produtividade dos trabalhos. A nova versão do Revit foi lançada em abril de 2017 e se você quiser baixar a versão estudantil em português é só acessar o link: Revit 2017 – Versão Educacional em português.

.

1.Parâmetros Globais (Global Settings).

Semelhante ao que acontece com as famílias, essa ferramenta vai permitir que você atribua parâmetros globais em seu projetos. Eles poderão ser referenciar outros objetos, dimensões e até mesmo parâmetros de famílias. Assim como nas famílias, esses parâmetros são atribuídos as dimensões. (Fig. 1.1)

revit-2017-novidades-01-01

Fig. 1.1 – Parâmetros globais na guia Gerenciar.

.

Uma vez criados os parâmetros globais eles podem ser aplicados no restante do projeto ou até exportado a outro. Por exemplo, criamos um parâmetro de medida que pode ser aplicado toda vez que essa medida se repetir no projeto. É possível também se utilizar de formulas para criar um parâmetro relativo a outro. (Fig. 1.2)

revit-2017-novidades-01-02

Fig. 1.2 – Parâmetros globais atribuídos as cotas.

.

Associando uma família existente no projeto, por exemplo uma porta, pode-se criar restrições paramétricas. Alterando os parâmetros globais, é alterado tudo o que está relacionado a esses parâmetros. Por exemplo, criamos uma distância da porta e, pela formula, a medida da boneca. Esse parâmetro pode ser aplicado toda vez que a situação se repetir. (Fig. 1.3)

revit-2017-novidades-01-03

Fig. 1.3 – Parâmetros globais associados a uma família.

.

2.Performance de visibilidade

Nessa versão, o Revit gera e desenha apenas os elementos visíveis em cada vista e não os elementos que estão escondidos. O resultado disso é que atualização das vistas 3D e navegação se apresentam 4,5 vezes mais rápidas que nas versões anteriores. Para isso, em Gráficos há a opção Desenhar somente elementos visíveis, que vem ativada por padrão.  (Fig. 2.1)

revit-2017-novidades-01-04

Fig. 2.1 – Características melhorar a visão de atualização e performance de navegação.

 

3.Editor de texto.

Ao começar a digitar um texto ou aplicar uma chamada de detalhe a ferramenta texto abre uma faixa de propriedades exclusiva, bem semelhante a um editor de texto e com mais opções como: listas alinhadas para marcadores ou indicadores e tabulação, opções de formatação das fontes e a interessante opção de transformar minúsculas em maiúsculas. Pode ser também criadas setas sem qualquer texto associado, o que é muito bom para fazer diagramas. (Fig. 3.1)

revit-2017-novidades-01-05

3.1 – Nova faixa de opções para edição de textos.

.

A ferramenta de entrada de texto também foi totalmente remodelada, melhorando a compatibilidade com arquivos dwg do AutoCAD, importados ou exportados, além dos textos serem agora WYSIWYG (o que você vê é o que obtém). Dessa forma,  pode-se formatar e visualizar um texto com confiança, obtendo ele da maneira que é visualizado, diferente das versões anteriores onde se obtia efeitos inesperados nos textos.  (Fig. 3.2)

revit-2017-novidades-01-06

Fig. 3.2 – Experiência WYSIWYG em um texto importado do Word

.

Em todos os casos anteriores a formatação das fontes continua sendo feita na paleta de Propriedades. (Fig. 3.3)

revit-2017-novidades-01-07

Fig. 3.3 – Formatando a fonte na paleta de propriedades.

.

4.Exportação DWF/DXFx

Devido a utilização dos processos RevitWorker  tanto a exportação para DWX como DWFx estão com processamento mais rápido, agilizando os trabalhos. Essa é uma experiência que será sentida na prática ao usar a opção Exportar DWF/DXFx (Fig. 4.1)

Revit Estructure
revit-2017-novidades-01-08
Fig. 4.1 – Exportação para DWF ou DWFx otimizada.
.
5.Preenchimento de cores.
 .
A tarefa de preenchimento de cores, quando se quer identificar um ambiente, agora é feita em segundo plano permitindo que o trabalho seja continuado sem interferência. Em trabalhos pequenos essa melhoria é praticamente imperceptível. Enquanto ela estiver sendo aplicada em segundo plano, o processo poderá ser visualizado, como veremos a seguir. (Fig. 5.1)
revit-2017-novidades-01-09
Fig. 5.1 – Processo de identificar os ambientes com preenchimento de cores.
.
6.Processos em Segundo Plano.
 .
Agora na barra de status, clicando no novo ícone, pode-se visualizar todos os processos que estão sendo executados em segundo plano, enquanto se trabalha em uma vista. (Fig. 6.1)
revit-2017-novidades-01-10
Fig. 6.1 – Opção para ver os processos rodando em segundo plano.
.
7.Subjacência.
 .
A opção simples de colocar o nível Subjacente foi substituída pelo agrupamento Subjacência. Aí, ela ganhou as opções Faixa: Nível base, Faixa: Nível superior e Orientação da subjacência, onde é possível Olhar para cima ou Olhar para baixo, de acordo com o que quer que. Com isso, agora se tem mais opções de visualizar e montar as vistas de um modelo. (Fig. 7.1)
revit-2017-novidades-01-11
Fig. 7.1 – Opções do agrupamento Subjacência
.
8.Cancelar Impressão ou Exportação.
 .
No Revit 2017, diferente do que acontecia com as versões anteriores, é possível se cancelar de uma vez a impressão ou a exportação quando se esta selecionado mais de uma vista. (Fig. 8.1)
 
revit-2017-novidades-01-12
Fig. 8.1 – Possibilidade de cancelar a impressão de vária vistas de uma vez só.
.
9.Planos referência.
.
Ao se desenhar um plano de referência, agora existe a opção de nomeá-los. Isso é particularmente interessante na criação de famílias. (Fig. 9.1)
 
revit-2017-novidades-01-13
Fig. 9.1 – Opção de nomear os planos de referência.
.
10.Filtros.
 .
Na janela de filtros agora eles são organizados em ordem alfabética e são classificados em uma estrutura em árvore com cabeçalhos com base em regras e  seleção, tornando mais fácil localizar os filtros específicos. (Fig. 10.1)
revit-2017-novidades-01-14
Fig. 10.1 – Melhor organização para os filtros.
.
11.Links do Revit.
 .
Algumas alterações aprimoraram o fluxo de trabalho quando se trabalha com vínculos externos através da guia Inserir no Revit:.
  • Nova opção Auto -ponto base do projeto para o projetar o ponto base na inserção de um vínculo. (Fig. 11.1)
revit-2017-novidades-01-15
Fig. 11.1 – Nova opção Auto -ponto base do projeto para o projetar o ponto base.
.
  • Agora, ao selecionar um vínculo, você tem duas opções para reposicioná-lo: Reposicionar para o ponto base do projeto ou Reposicionar para a origem interna. (Fig. 11.2)
revit-2017-novidades-01-16
Fig. 11.2 – Novas opções para reposicionar o vínculo.
.
12.Revisões.
 .
O quadro de Revisões na folha exibe em uma nova coluna a data em que foi feita a revisão, gerada de acordo com uma sequência, e é mostrado na tabela de revisão.  A coluna Revisão agora exibe uma sequência de informações adicionais junto com a descrição da revisão. (Fig. 12.1)
revit-2017-novidades-01-17
Fig. 12.1 – Novas opções para revisão.
.

13.Acesso ao Dynamo.

Dynamo é um ambiente de programação que permite aos projetistas a criar uma lógica visual para explorar conceitos paramédicos e automatizar tarefas. Resolve um desafio mais rapidamente através do fluxos de trabalho de informações da construção, estendendo do projeto para a documentação, fabricação, coordenação, simulação e análise. (Fonte: Autodesk – 2016). Nessa versão é possível acessar o Dynamo direto na interface do Revit através da guia Gerenciar (Fig. 13.1)

revit-2017-novidades-01-18

Fig. 13.1 – Acessando o Dynamo na guia Gerenciar.

.

Trabalhar com o Dynamo é um assunto um pouco mais complexo e foge do objetivo da postagem, por isso aqui exibimos apenas uma de suas telas para você ficar conhecendo. (Fig. 13.2)

revit-2017-novidades-01-05

Fig. 13.2 – Tela do Dynamo.

.

Obs: Algumas das novidades listadas aqui já haviam sido lançadas no Service Pack 2 do Revit 2016, disponibilizado apenas a assinantes e estudantes portanto, elas serão observadas mais pelos usuários do Revit 2015 ou anterior.
.
Conheça nossos cursos disponíveis para Revit: https://construir.arq.br/cursos/revit/.
.
.
Fonte: Autodesk
.
.
 
 
 
structutre

Sobre o Autor

  • José Eduardo Rendeiro

    Arquiteto formado pela Universidade Mackenzie com atividades em escritórios de arquitetura e construções, além de projetos próprios. Trabalha com Autocad, Sketchup e Revit e dá suporte e produz conteúdo para Cursos Construir além de traduzir e escrever artigos de Arquitetura e Plataforma BIM para blogs específicos.

Compartilhe este Post:

Pinterest Google+ Facebook Twitter Addthis

Envie seu comentário: